quarta-feira, maio 30, 2007

Alquimia: espectáculo de encerramento ano-lectivo 2006/2007, Teatro Ibérico


Alquimia, celebrando o Solstício
24 de Junho, Teatro Ibérico
Espectáculo de encerramento do ano-lectivo das alunas de Iris, Dança Oriental 2006/2007
Participações especiais: Baltazar Molina (percussão), Helena Madeira (voz)
Sessão da Tarde: 16h
Sessão da noite: 21h
Info/ Reservas:
Bilhete: 5€
Iris 96 514 39 73
Onde fica: Rua da Manutenção, junto à Igreja da Madredeus, Xabregas (depois de Santa Apolónia, seguir pela Marginal)
Dança Oriental
Mostra de trabalhos 2006/2007 Íris e alunas
O Solstício de Verão celebra o apogeu solar. O ponto em que a luz é mais intensa, mais brilhante, as colheitas mais abundantes, o tempo mais quente. Simultaneamente, é o fim de um ciclo, e início de outro. O Sol inicia o seu declínio, para dar lugar à noite, que de novo o dará à luz a partir do Solstício de Inverno.
O solstício anuncia a transformação pelo fogo, pela Luz.
Assim, na nossa caminhada ao longo deste ano lectivo, este é o apogeu, e simultaneamente o fim e o recomeço de um ciclo renovado. A alquimia de fogo que a dança nos inspira, transformando-nos em mulheres mais plenas e luminosas, harmonizando o nosso movimento.
Programa:
Primeira parte:

Iniciação
- Chegada ao templo
Iris, Rosário Baeta
- As portadoras da Luz
Ana Viegas, Leonor Tenreiro, Ana Vidal, Ângela Mendes, Carla Morais, Catarina Morato, Cíntia Matias, Filipa garrido, Eileen O’Sullivan, Alexandra Fernandes, Maria D’Aires, Teresa Freitas, Manuela Vaz, Margarida Neelan, Teresa Tavares, Emília Silva, Joana Martins, Susana Luís, Margarida Rodrigues, Lydia Brosnan
- A oferenda Andreia Ferreira, Sofia Matinhos, Sílvia Félix, Ágata, Sandra Santos, Celeste Vaz
- Desvelar idem
- Corpo de Pétala
Margarida Machado, Margarida Neelan, Margarida Baeta, Margarida Rodrigues, Joana Martins, Teresa Tavares, Susana Luís, Emília Silva
Caminho:
- As águas
"NUN, a deusa das águas negras do caos, do qual todo o mundo foi criado" Celeste Vaz, Sandra Santos
- A Força da Guerreira
«No coração da guerreira mora a lei da Verdade. A sua luta é travada consigo mesma, dentro de si própria. A chama que arde no seu peito incita-a à busca do caminho da Luz e a chama ardente na sua mente acalenta-a e diz-lhe que é aqui que se processa a Alquimia.» Margarida Baeta
- O Ventre
«Um Ventre dançado é brilhante. É o olhar total. Um poço de memórias…»
Texto: Luís Sarmento Dança: Teresa Tavares
- Numa noite de Lua Nova, o Cavalo cinzento dançou… Helena Madeira
- A Dança do Ventre: Espiral de Eterno Movimento
«De teu ventre, oh Mãe, a barca desponta na aurora da vida, como o Sol na manhã do primeiro dia…»
Texto: Rosário Baeta Dança: Iris

Segunda parte:
Celebração
- Alma Dança Oriental Tradicional, Iris e Baltazar
- Enta Omri Dança Oriental Clássica
«Com a tua Luz, a aurora do meu ser começou…»
Andreia Ferreira, Ágata, Clara Pinto, Sofia Matinhos, Sílvia Félix, Claudia Sequeira, Sandra Santos
- Facce Fusão Oriental
«São os rostos das pessoas os rostos de todas estas pessoas parentes afastados desconhecidos esquecidos...Irmãos...» Ana Viegas, Leonor Tenreiro, Ana Vidal, Ângela Mendes, Carla Morais, Catarina Morato, Cíntia Matias, Filipa Garrido, Eilleen O’Sullivan, Alexandra Fernandes, Maria D’Aires, Teresa Freitas, Manuela Vaz, ,Emília Silva, Joana Martins, Susana Luís, Margarida Machado, Ana Maria Sarmento, Maria Ramos, Clara Pinto, Susana Bezerra, Sofia Machado, Inês Falcão, Clara Simões, Lydia Brosnan
- Amadurecer Dança Oriental Popular
«Existir é mudar, mudar é amadurecer, e amadurecer é continuar a recriar-se a si mesmo, constantemente.» Andreia Ferreira, Ágata
- A Cor Fusão Oriental/Cigana livre
«... amarelo, verde, amarelo, verde, vermelho, azul, laranja, roxo, amarelo, turquesa, verde, amarelo, rosa, laranja, laranja, roxo, verde, amarelo, azul...Que o rir exista na sua plena liberdade.»
Sílvia Felix, Sofia Matinhos
-Dançando em Rosa Fusão Oriental/ Cigana
Cláudia Sequeira
- A Caravana Fusão Oriental/Cigana
Margarida Machado, Margarida Baeta, Margarida Rodrigues, Joana Martins, Teresa Tavares, Susana Luís, Ágata, Sofia Matinhos, Sandra Santos,Emília Silva, Sílvia Félix, Cláudia Sequeira, Margarida Neelan
- Wilderness Fusão Ciftitelli/Cigana
Íris, Ágata, Claudia Sequeira, Sandra Santos, Sofia Matinhos
- Solstício: celebrando a Luz Ciftitelli Iris
- Nuba Interpretação criativa da Dança tradicional Nuba, homenagem aos Pássaros
Andreia Ferreira, Ágata, Clara Pinto, Sofia Matinhos, Sílvia Felix, Sandra Santos, Celeste Vaz
- Balady
Balady significa da minha terra, de meu país, oriundo de, Balady é a dança tradicional do Egipto,. improvisada, sentida , celebrada, partilhada! Todas e todos!
Cenários:
Panos: ideia original e instalação de Teresa Freitas, a partir de um exercício de interpretação musical para a coreografia Facce proposto por Íris, concepção de todas
Decoração: Todas
Agradecimentos:
Íris agradece a Baltazar, por existir, a Helena, por inspirar, a Xav, por ser e abrir as portas da percepção, a Rosário e Margarida por serem a família da alma, e cujo auxilio precioso possibilitou esta espectáculo ; a Aisha pelo regresso a casa, a Cristina por semear, à Família pela loucura e Carinho, à Mirita por estar aqui. Aos meus mestres, sobretudo Shokry, por Tudo. Ao Teatro Ibérico por ser um templo e pala gentileza. A todas as Maravilhosas Mulheres presentes pela a única e luminosa essência de cada uma, pela confiança, tempo e carinho dedicados à Dança e à minha orientação da mesma, e, sobretudo, por tudo o que me permitem aprender, em todos os sentidos, a cada gesto! A todas as alunas passadas, presentes e futuras. Aos caminhos desvendados e misteriosos, aos astros, à terra e ao sangue que dança! À Mãe e sua força eterna e fértil. Ao Infinito condensado num só grito…

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home