domingo, maio 31, 2009

** Pele da Alma ** Beltane e o sagrado Fogo criativo (Criatividade, Sexualidade, Fertilidade)



Pele da Alma
Iris e Helena Madeira
Eco-Retiro na Natureza
Ferreira do Zêzere
1, 2 e 3 Maio

Criatividade,Sexualidade, Fertilidade

Yoga, Dança Oriental, A voz do Corpo,
Dança Afro, Contemporânea,Taças Tibetanas, Meditação e visualização criativa,
Dança Orgânica, Contos da Alma, Circulos de Cura e partilha em torno da Fogueira



Nesta fase do ano, celebra-se no ciclo anual céltico e gaélico o festival da Fertilidade Beltane.
Beltane era celebrado com grandes fogueiras, evocando a força Solar, a força criativa do Sol, que faz despontar as sementes da Terra, transformar as flores em fruto, a força da Sexualidade que transforma o corpo e o espirito pelo Amor, estimulando a criatividade em todos os aspectos da vida, a força da Luz iluminando a consciência trazendo plenitude, clareza de espirito, abundância e paz.
A criatividade é a força motriz do Ser, podemos criar-nos e recriar-nos continuamente, tendo por matéria base o que somos e vivemos, e assim, podemos recriar também tudo o que são as nossas vidas. Entrando em paz com o corpo, harmonizando a nossa relação com a Mãe Terra e o Pai Céu, integrando ambos em nos, a abundância fértil e a consciência. Este é um período favorável ao reencontro de si mesma. Da sua pele original, a essência da Alma, a possibilidade de renascer como as sementes, e abrir-se, florescendo como as flores da Primavera.
Neste Retiro trabalharemos a aceitação e integração harmoniosa de tudo o que somos, reconhecendo o nosso potencial criativo e sensual inato, e utilizando todos os aspectos de nos e das nossas vidas como matéria prima daquilo que queremos recriar, transformar, ser e viver. Transformando condicionamentos em liberdade, espaços estéreis em verdejantes bosques da Alma.
Este é um retiro vivencial, de experiência e partilha para Mulheres, as Mães, Irmãs, Amantes e Sabias desta
Terra Mãe da qual somos filhas.

As Técnicas:
Acreditando que somos um todo, neste retiro passamos por diversas técnicas que nos permitem contactar e conectar o corpo, mente e espirito, da sensação à emoção, da emoção à expressão, da expressão à criação.
Trabalharemos os chackras, centros energéticos, por meio de uma pratica diaria de Yoga : Ao acordar, respiraremos activando os centros nervosos, as células, a consciência e a concentração, recuperando uma postura e bio-dinamismo mais saudáveis. De encontro às fontes naturais de energia e prazer pela sensação, consciência contemplativa e fluidez. Transformar a percepção de dor e esforço, compreendendo a sensação de forma a integra-la dentro dos nossos limites e possibilidades sem a julgar e sem que nos condicione.Compreender a natureza do corpo de cada uma de nós, seus limites e bloqueios, visando superar as dificuldades e ir mais longe no que o gesto permite; através de exercícios e posturas de flexibilidade, força, equilíbrio e movimento. Trabalharemos técnicas de Pranayama (respiração consciente), meditação activa (giro de inspiração Sufi, exercícios de movimento e confiança, despertar da sensação intuitiva),
Utilizaremos aVoz do Corpo: “As canções são pensamentos cantados pela respiração quando as pessoas são movidas por grandes forças para as quais já não basta a fala comum.” Orpingalik, xamã e poeta do povo Inuit de Netsilingmiu, 1923. Encontro entre a consciência corporal, a meditação, a respiração e a voz. A Voz do Corpo destina-se a quem queira escutar o corpo e quem, através dele, se queira exprimir e não a quem queira aprender a cantar. A expressão vocal livre, sensorial nasce naturalmente de um processo centrado na respiração e no respeito do corpo.
Dançaremos, recorrendo a movimento espontâneo, exercicios de dança Oriental, Afro e contemporânea, integrando visualizações criativas e meditações dinâmicas no nosso movimento. Faremos viagens de som com voz e taças tibetanas, trabalhando a vibração interna do som e do silêncio. Celebraremos simples rituais de origem pagã: semear, formular intenções, partilhar em circulo em torno do Fogo.
A alimentação é vegetariana, utilizando os produtos que a Terra nos oferece nesta época, confeccionados com Amor e com a perpectiva de que os alimentos do corpo energizam a Alma. Integrando cada aspecto do que somos, e do que vivemos, aceitando-nos como parte do corpo pleno que é a Terra e o Universo.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home