terça-feira, dezembro 18, 2007

FORMAÇÃO INTENSIVA 2007/2008 Arabesk, Gaia


FORMAÇÃO INTENSIVA 2007/2008
Técnica Oriental, Folclore, Danças Tradicionais e Rituais do Médio Oriente
Iris
Arabesk, Gaia


A dança Oriental é um chamamento, um regresso às formas naturais da mulher, um cântico a cada parte da sua anatomia.Foi uma dança de homenagem à fertilidade e à Grande Deusa,sendo uma prática preparatória para os diferentes ciclos hormonais da mulher e para o parto. Uma simples celebração da natureza, dos elementos e da vida quotidiana.É uma das mais ancestrais formas de expressão corporal do ser humano. Inspirada na observação da natureza, foi desde Dança Sagrada, a Dança Popular, atravessou os povos tribais do Egipto, Mesopotâmia, Síria, babilónia, suméria, Trácia, Grécia, até ao mundo Árabe e Otomano, a Dança Oriental atravessou povos e gerações, e, sobretudo, mulheres de todas as idades e condições.A Dança acontece nas cozinhas, nos desertos, nas tendas, nos caminhos, nos campos de cultivo, nos casamentos, nas celebrações, nos partos, e na simplicidade de uma qualquer ocasião espontânea. Evoca gestos sagrados e quotidianos com a mesma plenitude, permitindo-nos transformar a dificuldade em serenidade e ser, plenamente, no momento!
Inspirando-se do vento,dos pássaros, dos cavalos, da emoção pura,da Natureza e seu movimento traduzido em corpo. A mulher como uma árvore, enraizada e flexível, naturalmente plena e ondulante.
Aliando a Dança e cultura Orientais a conceitos de Yoga, Pranayama, Ayurveda e massagem, para sublimar a consciência a partir da sensação. Resgatando o sagrado feminino e a expressão essencial e orgânica de cada mulher através de culturas de movimento, melodia e simbolismos ancestrais.
Trabalharemos danças tradicionais do Egipto (Nuba, Hagalla, Balady, Saidi), folclore berbere e beduíno, técnica Oriental. Dançaremos no ondular suave e firme dos países do Sol nascente.
Poesia de vento e pele, inspiração de Luar…

Níveis: Iniciação, Intermédio/avançado
Duração:10 sessões, de Setembro a Junho
Datas: 4º sábado de cada mês
Excepções:- Dezembro não haverá aula, interrupção de Natal- Páscoa 23 Março (4º domingo); como este mês tem 5 semanas, a aula passará para dia 30 (5º domingo)- Junho, para além de dia 28 (4º sábado), teremos aula dia 21
Celebração Oriental:Apresentação dos trabalhos: Junho, dia 28
Horários:
Iniciação: 14h30/16h30
Intermédios/Avançados: 16h30/19h00
Carga horária total: Iniciação: 20 horas
Intermédios/Avançados: 25 horas

Informações/ Inscrições:
http://www.arabesk.com.pt/
Arabesk – Estúdio de Cultura Hindú Arábica
Rua Soares dos Reis, 1043 - Vila Nova de Gaia
Tel.: 227130970 Telem.: 932208249
dancadoventre@arabesk.com.pt

INICIAÇÃO
Objectivos:
. Promover a consciência corporal, revitalizando os sistemas circulatório, muscular e ósseo, a partir de exercícios de melhoramento e correcção postural, respiração, coordenação e isolamento de movimentos.
. Desbloquear tensões físicas, psicossomáticas e emocionais, de forma a promover o relaxamento e controle gradual das diversas partes do corpo.
. Revitalizar os sistemas digestivoe reprodutivo, melhorando a função dos órgãos internos através do estímulo da circulação sanguínea e oxigenamento.
. Estimular um equilíbrio entre contracção e descontracção musculares (sobretudo da zona abdominal, pélvica e dorsal), de forma a reestruturar, reafirmar e fortalecer estas zonas, permitindo-lhes simultaneamente mobilidade e versatilidade, em pleno respeito e melhoramento da estrutura anatómica feminina.
.Promover uma crescente sensação de bem estar, tranquilidade e plenitude, deixando o corpo responder espontaneamente aos estímulos musicais e de movimento propostos.
. Desenvolver a auto-estima, a feminilidade, e a comunicação.
. Desenvolver a sua linguagem corporal individual, expandindo o seu vocabulário e potencialidades, através de movimentos de dança milenarmente utilizados pelas mulheres orientais.
. Desenvolver a intuição corporal e a criatividade, promovendo um processo de contemplação e aceitação do corpo, ao invés de controle.
. Promover uma relação corpo/mente harmoniosa e fluida.
.Facilitar a concentração e relaxamento.
. Introdução à cultura e costumes do Médio-Oriente, bem como compreensão dos objectivos físicos, culturais e por vezes sagrados dos movimentos propostos.
. Integrar e reconhecer os elementos (terra, água, fogo, ar) dentro de si e em seu redor.
. Desenvolver e criar um espaço para o «Sagrado Feminino»: encontrar o corpo como templo, e compreender a forma como pode desenvolver e manifestar o que somos e a nossa espiritualidade.

Programa:
As aulas de Iniciação serão compostas de exercícios básicos de postura, respiração, alongamento e consciência corporal.Partimos da sensação para despertar e revitalizar cada parte do corpo. Trabalharemos movimentos básicos de dança, que permitam ilustrar física e emocionalmente a música sobre a qual dançaremos de forma simples, fluida e livre. Criaremos um alicerce consistente para os seguintes níveis de Dança.
Setembro: Técnica base, movimentos circulares, respiração, trabalho de isolamento de peito e bacia, breve história da Dança Oriental
Outubro: Técnica base, ondulações e vibrações
Novembro: Técnica base, acentuações e braços
Janeiro: Técnica base, trabalho de braços e movimentação no espaço
Fevereiro: Técnica base, a música Oriental, início da construção coreográfica
Março: coreografia, introdução ao folclore egípcio
Abril: coreografia, folclore egípcio, improvisação
Maio: os 5 elementos que nos compõem e sua expressão dançada
Junho: Danças em grupo, Revisões, improvisações em grupo e a solo
Nota: Todas as sessões incluem exercícios de postura, respiração, alongamentos, consciência corporal e meditação. O trabalho da Dança como um todo, integrando corpo, mente e espírito numa só unidade.
Material necessário:
. Roupa confortável
. Lenço para atar em torno da anca
. véu, quando solicitado
. Caderno e lápis de cor
. Boa disposição e abertura de espírito!
INTERMÉDIO/AVANÇADO
Objectivos:Para além da consolidação dos aspectos mencionados nos objectivos de iniciação, para o nível Intermédio/avançado pretende-se:
.Relacionar elementos internos (emotividade, criatividade) e externos (terra, fogo, ar e água traduzidos em movimento e uso de acessórios relacionados)
. Plena noção e integração da postura (óssea e muscular) e respiração adequadas.
.consciência do impacto anatómico dos movimentos e exercícios solicitados, bem como sua estrutura simétrica específica.
. Conhecimento do suporte cultural que enforma as danças a trabalhar, sendo para tal recomendada bibliografia específica.
.Conhecimento dos ritmos base da percussão Oriental.
.Conhecimento dos estilos musicais base, respectivas danças, trajes e costumes culturais relacionados.. Criatividade e expressão corporal individual dentro da improvisação e composição coreográfica – introdução.
Programa:
Setembro/Outubro:- Ondulações e vibrações combinadas, trabalho de bandeja e equilíbrio- Sagats
Novembro: - Folclore Egípcio: Balady e Saidi, vibrações e acentuações com e sem bastão- Sagats
Janeiro:- Folclore Egípcio: Dança do Cântaro- Nuba- Sagats
Fevereiro:- Folclore Berbere (Marrocos)- Introdução ao giro Sufi (Turquia)- Sagats
Março:- Danças Rituais: Zaar (Egipto)- Danças de cabelo: Khallegi (Golfo Pérsico)- Giro Sufi- Sagats
Abril:- Hagalla (Folclore Beduíno)- Introdução a danças com pandeireta (Riq)- Giro Sufi- Sagats
Maio: - Danças com Pandeireta- Dabke (Síria)- Sagats
Junho:- Danças com velas e trabalho de chão- Danças em grupo, Revisões, Improvisações- Sagats
Nota I : Todas as sessões incluem exercícios de postura, respiração, alongamentos, consciência corporal e meditação. O trabalho da Dança como um todo, integrando corpo, mente e espírito numa só unidade.
Nota II: Todas as sessões incluem uma abordagem teórica acerca da história e tradições culturais, trajes e costumes associados a cada dança, bem como a localização geográfica de origem da mesma.
Material necessário:
. Roupa confortável (de preferência calças que permitam ver claramente o movimento das pernas)
. Lenço para atar em torno da anca (pode trazer cinto de moedas, mas use-o apenas quando solicitado). bastão, nas aulas previstas. sagats, nas aulas previstas
. cântaro, nas aulas previstas
. bandeja, nas aulas previstas
.Djalaba (túnica longa), na aula de Fevereiro
. Caderno e lápis de cor
. Boa disposição e abertura de espírito!
Avaliação:
.No final do ano lectivo será entregue a cada aluna um certificado com comentários da orientadora acerca da sua evolução pessoal.
. Para o nível iniciado será aconselhada, ou não, a transição de nível.
.Serão aconselhados trabalhos de casa para ambos os níveis, quer para todo o grupo quer pessoalmente, de acordo com as necessidades globais das alunas e específicas de cada uma.
. As alunas de nível Intermédio/Avançado terão apresentações na aula dos trabalhos de casa solicitados, constituindo esta uma parte importante da avaliação.
. As alunas de nível Intermédio podem, caso a orientadora considere necessário tendo em conta o seu nível de conhecimentos, ser aconselhadas a frequentar simultaneamente o nível de Iniciação.
. A avaliação tem em conta o desempenho nas aulas, a evolução pessoal de cada aluna, a interacção no grupo, a criatividade e improvisação, bem como a participação na Celebração Oriental, onde serão apresentados os trabalhos individuais (Intermédios) e de grupo (ambos os níveis), construídos durante o ano-lectivo.
Assiduidade:
. No total dos 10 meses de curso é permitido um máximo de 3 faltas. Acima deste número a avaliação não será feita por se considerar falta de elementos para o efeito.
.A assiduidade é imprescindível para conseguir resultados sólidos e uma evolução coesa e sistemática. É também vital para a evolução do grupo que todos os elementos estejam presentes com a máxima frequência, desta forma os conteúdos propostos serão mais facialmente assimilados quer pela aluna, quer pelo grupo em que se insere.
. Em caso de falta, serão propostos trabalhos de casa de compensação a fim de que não perca matéria, não se atrasando em relação ao grupo.
Pontualidade:
.A aula começará no máximo 10 minutos após a hora prevista. Para que possa usufruir de todo o aquecimento e trabalho previsto solicitamos que não se atrase.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home